terça-feira, 20 de abril de 2010

Em pronunciamento Carlos Martins parabeniza novo líder do governo e inauguração do Parque Radioterápico

Na sessão de hoje, 20 de abril, o deputado Carlos Martins – PT utilizou o horário de lideranças do Partido dos Trabalhadores para parabenizar o deputado Gabriel Guerreiro – PV, por aceitar o convite da governadora Ana Júlia Carepa para ser o articulador político do governo no legislativo paraense, atuando como o líder do governo. Carlos Martins vai atuar como vice-líder.
Durante o pronunciamento o parlamentar enfatizou a importância do papel de líder do governo na Casa. “Ter alguém com tanta experiência na vida política à frente de uma função tão importante como essa é fundamental para que o projeto do governo seja respeitado e defendido na Assembleia Legislativa. Precisamos contribuir cada vez mais com as propostas do governo apresentadas aqui (AL). Fomos escolhidos de forma democrática assim como a atual administração do Executivo Estadual e precisamos ir ao encontro aos interesses da sociedade, através de um consenso. E este é o papel do deputado Gabriel Guerreiro a partir de agora” discursou Carlos Martins.
Investimento – Na oportunidade, o parlamentar destacou a inauguração do Parque Radioterápico no Hospital Ophir Loyola, que aconteceu hoje. O Parque é o mais moderno das regiões Norte e Nordeste, e um dos mais bem equipados do país. Com investimentos de cerca de R$ 10 milhões do governo do Estado, além do parque, o hospital também vai inaugurar a Divisão de Medicina Nuclear.

Este é o maior incremento que o setor já recebeu em toda a sua história. Na ocasião foram entregues um tomógrafo simulador, uma braquiterapia e um acelerador linear, que devem melhorar intensamente a qualidade de atendimento ao cidadão.
Ophir Loyola terá capacidade para atender entre 250 e 300 pacientes por dia. De acordo com o próprio governo, isso pode representar o fim das filas para o tratamento de radioterapia no Estado.

1 comentário:

Mario disse...

parabens dep Carlos Martins pela vice liderança do governo na ALEPA.

Mario Costa
Ananindeua